Uma ostra que não foi ferida
não produz pérolas
     



POSTs mais antigos:

Novembro de 2019
Outubro de 2019
Agosto de 2019
Junho de 2019
Abril de 2019
Março de 2019
Janeiro de 2019
Dezembro de 2018
Novembro de 2018
Outubro de 2018
Setembro de 2018
Agosto de 2018
Julho de 2018
Junho de 2018
Maio de 2018
Abril de 2018
Março de 2018
Fevereiro de 2018
Janeiro de 2018
Dezembro de 2017
Novembro de 2017
Outubro de 2017
Setembro de 2017
Agosto de 2017
Julho de 2017
Junho de 2017
Maio de 2017
Abril de 2017
Março de 2017
Fevereiro de 2017
Dezembro de 2016
Novembro de 2016
Outubro de 2016
Setembro de 2016
Agosto de 2016
Julho de 2016
Junho de 2016
Maio de 2016
Abril de 2016
Março de 2016
Fevereiro de 2016
Janeiro de 2016
Dezembro de 2015
Novembro de 2015
Outubro de 2015
Setembro de 2015
Agosto de 2015
Julho de 2015
Junho de 2015
Maio de 2015
Abril de 2015
Março de 2015
Fevereiro de 2015
Janeiro de 2015
Dezembro de 2014
Novembro de 2014
Outubro de 2014
Setembro de 2014
Agosto de 2014
Julho de 2014
Junho de 2014
Maio de 2014
Abril de 2014
Março de 2014
Fevereiro de 2014
Janeiro de 2014
Dezembro de 2013
Novembro de 2013
Outubro de 2013
Setembro de 2013
Agosto de 2013
Julho de 2013
Junho de 2013
Maio de 2013
Abril de 2013
Março de 2013
Fevereiro de 2013
Janeiro de 2013
Dezembro de 2012
Novembro de 2012
Outubro de 2012
Setembro de 2012
Agosto de 2012
Julho de 2012
Junho de 2012
Maio de 2012
Março de 2012
Janeiro de 2012
Dezembro de 2011
Novembro de 2011
Outubro de 2011
Setembro de 2011
Agosto de 2011
Junho de 2011
Maio de 2011
Fevereiro de 2011
Agosto de 2009
Julho de 2009
Junho de 2009
Maio de 2009
Abril de 2009
Fevereiro de 2009
Janeiro de 2009
Setembro de 2008
Julho de 2007
Junho de 2007
Maio de 2007
Abril de 2007
Março de 2007
Fevereiro de 2007
Janeiro de 2007
Dezembro de 2006
Novembro de 2006
Outubro de 2006
Setembro de 2006
Agosto de 2006
Julho de 2006



22 de Junho de 2014

Ninguém é feliz na plenitude.
Ás vezes me pego pensando em largar tudo. Deixar de ser o bem sucedido Diretor Comercial de uma Multinacional Italiana, pra viver uma vida mais simples. Me pego pensando em me mudar pro interior, pisar no chão de terra, não ter muito o que fazer. Penso às vezes em Sertãozinho, ir a pé para um treino de hóquei, uma de minhas paixões.
Eu nunca quis ser o chefe, mas é basicamente isso que me conduz ao topo. Porque quem busca o poder nunca o alcança. Quem busca o dinheiro, também não.
Quando eu comecei a trabalhar com a IBM, me envolvi no mundo Linux. Dentre meus estudos e pesquisas, conheci um cara sensacional. Carlos Morimoto insistia em transitar pelo anonimato, mas já era, na altura, um dos maiores nomes do país. Criador e mantenedor do Kurumin, era minha fonte de inspiração em vários projetos. Nos encontramos diversas vezes, entre São Paulo e Curitiba, mas deixamos de nos falar com nossas mudunças de foco.
Hoje descobri que, neste ano, ele largou tudo. Abandonou sua editora, seu site e todos os bens materiais - como prega a religião Hare Krishna.
Eu nunca pensei em algo tão radical assim - mas confesso que, pra além da curiosidade, fiquei com uma pontinha de inveja.
Nesse mundo doido, corrido, em que insisto em remar contra a maré, me pego cético. Confesso. Se não fosse pelos meus pupilos, Marcelo Guedes de Souza, Adriana Braz, Lucas Oliveira de Moraes e Vitor Ribeiro Araujo, eu já teria largado tudo.




20 de Junho de 2014

Sou totalmente CONTRA manifestações. Assim mesmo, em caixa alta.
Existem milhares de formas de lutar pelo que se quer. As mais eficientes, quase sempre, dependem de trabalho e da dedicação. Toda vez que você prejudica deliberadamente alguém para reivindicar algo pra si, você está sendo um filho da puta.
Eu não sou conformado, acho ruim diversas coisas. Encontro defeitos na minha própria equipe, no mundo que me cerca e nos lugares mais próximos. Mas se toda vez que eu resolvesse fazer alguma coisa, atrapalhasse a vida de um monte de gente que não tem nada a ver com isso, seria também um filho da puta. E se todo mundo fizer isso, vira um inferno: uma nação inteira de filhos da puta.
Aliás, é repugnante o estrago que fizeram ontem na CALTABIANO. Um prejuízo de milhares de reais... Eu gostaria que a polícia atirasse para matar nos baderneiros. Merecem.
Pra quem está torcendo o nariz pras minhas palavras, assistam a reportagem abaixo, que mostra a essência do ser humano que protesta. Mais um filho da puta. Sábias palavras do pai: "Você terá o direito de protestar quando trabalhar e tiver seu próprio dinheiro".
Nada mais perfeito para o estereotipo BOSTA do manifestante brasileiro.




19 de Junho de 2014

Quanto mais inteligentes e independentes, mais mulheres tendem a encalhar. Até porque ficam mais exigentes...
Mas não sou contra. Na maioria das vezes, as mulheres são muito mais competentes que os homens - a igualdade permite que se sobressaiam. São mais organizadas e objetivas.
Só não vale ser princesa quando convém. A vida é feita de escolhas, implicando perdas e ganhos: escolha seu lado.
Porque nada é mais hipócrita do que condenar o divertido "vai tomar no cú" em coro pra o presidentE do país na abertura da copa. Querer ser princesa quando convém, é de um baixo nível muito maior.




09 de Junho de 2014

Fiz essa montagem no domingo, enquanto ouvia o jogo no SporTV.
Para os torcedores fanáticos pela Associação Portuguesa de Desportos...
Eu mesmo, ainda estou com isso atravessado.




08 de Junho de 2014

Fim de semana de garimpar pra coleção...




07 de Junho de 2014

Bom dia, São Paulo!
Café da manhã temático!

Drop Red Red Bikers





06 de Junho de 2014

Amistoso - Brasil 1 x 0 Sérvia

Estádio do Morumbi


 




 
Marcelo Martins de Albuquerque - ©1997-2019 Todos os direitos Reservados